Arquivo da categoria: Cinema

Ubifoda-se lança pacotes de pré-compra para ingressos de Assassin’s Credo

Eu costumava gostar de Assassin’s Creed. Assassin’s Creed era bom. Assassin’s Creed 2 era muito bom. Assassin’s Creed Brotherhood era muito bom. Assassin’s Creed Revelations foi meio podre, mas Assassin’s Creed 3 foi muito bom!

E depois a Ubisoft resolveu mostrar sua cara. E pato que partiu, que cara feia. Continuar lendo Ubifoda-se lança pacotes de pré-compra para ingressos de Assassin’s Credo

20 Mulheres ALBT fictícias que inspiram a Felicia

Okay, eu sei que faz um tempo que o dia da mulher já passou, mas, ei! Antes tarde duke nukem.

Me inspirei num texto da Clarice do Ideias em Roxo e resolvi fazer uma lista de um monte de minas fictícias que eu curto pra caramba, mas a lista ficou grande demais, então eu fiz uma lista de personagens que me inspiram, e ainda assim ela ficou longa pra caralho, então eu encurtei mais ainda pra mulheres ALBT fictícias que me inspiram!

Isso inclui mulheres cis lésbicas, assexuais e bi/pan/poli/multi/omnissexuais, mulheres trans e pessoas transfemininas de todas as sexualidades, e pessoas com gênero fluído que passam boa parte do tempo se apresentando como mulheres.

E mesmo assim a lista ficou gigantesca. São 20 mulheres divididas em 16 itens e 4 categorias. E ainda tem mensões honrosas.

Antes de prosseguirmos com a lista, alguns esclarecimentos:
Continuar lendo 20 Mulheres ALBT fictícias que inspiram a Felicia

Apropriação Transgênera

Falar sobre personagens transgêneras em videogames é algo extremamente complicado porque elas não existem.

A maior parte de vocês sabe que isso é provavelmente a coisa que eu mais faço nesse blog: Falar de personagens trans em jogos de videogame. Mas tirando o Krem, a Erica e a Sya, nenhuma dessas personagens é canonicamente transgênera. Na verdade eu tenho uma lista enorme de personagens das quais falar na coluna Trans In Games, mas sabem quantas dessas personagens são canonicamente trans?

Quatro…

Então porque eu falei de tantas outras personagens falando que elas são trans, sendo que elas não são canonicamente trans?

É algo que eu tenho pensado muito comigo mesma e com algumas amigas trans minhas. E acho que isso seria algo chamado de “Apropriação Transgênera”. E isso é uma coisa boa e necessária pra gente conseguir criar o nosso próprio espaço na comunidade gamer.

E se você for um homem cis vindo aqui dizendo que a gente não pode se apropriar das personagens, nem se dê ao trabalho de ler o resto. Vai fazer algo útil tipo alimentar seus bichinhos de estimação. Eles precisam de ti. A gente não. Continuar lendo Apropriação Transgênera

Trans In Games – Kirby

Esse provavelmente será o último Trans In Games do ano, e eu queria fechar o ano com uma coisa fofinha e cor de rosa. E não existe nada mais fofinhe E cor de rosa que e próprie Kirby!

Mas agora você deve estar pensando “What the fuck, Felicia? Desde quando Kirby é trans?”

Okay, você tem razão. Kirby não é trans no sentido de que recebeu um gênero no seu nascimento, mas no decorrer da sua vida se viu como sendo de um gênero diferente… ENTRETANTO, não existe maior desafio a normas de gênero no mundo dos jogos do que essa bolinha cor de rosa que gosta tanto de comer!

Possíveis Spoilers de Kirby’s Avalanche, Kirby’s Dream Land 3 e Kirby 64: The Crystal Shards (mas nada demais) a seguir~

Eu não to conseguindo evitar o sorriso enquanto faço a pesquisa pra essa matéria! Kirby é a coisinha mais fofa do mundo! Continuar lendo Trans In Games – Kirby

Riley é Minha Verdadeira Heroína

Esse é o primeiro post que não tem relação nenhuma com jogos e quase nada em relação a transgeneridade que eu posto no blog, mas não será o último. Eu quero falar de mais coisas aleatórias que me interessam ou me fazem pensar, e o fato de que eu me identifiquei mais com uma personagem cisgênera heterossexual do que com uma personagem trans e lésbica num seriado que fala sobre diversidade é no mínimo curioso.

(E eu acabei de descobrir como colocar gifs animados no WordPress, então, preparem-se! *-*)

Spoilers de Sense 8 a frente: Continuar lendo Riley é Minha Verdadeira Heroína