Arquivo da categoria: Resenhas

Resenha: Epic Spell Wars of the Battle Wizards: Duel at Mt. Skullzfyre

Trigger Warning: Gore. Piadinhas sobre pênis.

Sabe quando um jogo tem mecânicas muuuuito legais, mas o tema da parada é tão horrível que não dá pra jogar? É.

É nesse momento que eu digo que a gente tem que começar a se apropriar das paradas maneiras pra que elas possam se tornar maneiras de verdade. Continuar lendo Resenha: Epic Spell Wars of the Battle Wizards: Duel at Mt. Skullzfyre

Presenha: Drillit! A Fuga da Montanha de Cristal

Sabem onde a Felicia foi nesse último sábado, dia 27 de fevereiro de 2016? Na 28ª Curitiba lúdica. E sabem quem estava lá? Dois representantes da Papaya Editora prontos para demonstrar um novo jogo que eles vão lançar: Drillit! Continuar lendo Presenha: Drillit! A Fuga da Montanha de Cristal

Creature Cards – Um Card Game de Crianças

Lembram quando eu disse que game design é pra todomundo?

Eu não tava brincando!

Quando criança, one23abc, não tinha dinheiro pra comprar jogos de cartas legais e populares da época como Yu-Gi-Oh e Pokémon, então one23abc e seu irmão resolveram criar seu próprio baralho! Continuar lendo Creature Cards – Um Card Game de Crianças

Resenha: Arkham Horror

Alguém me responde: Como se cria um jogo de horror sem feedback audível e com o mínimo de feedback visual?

Criar um jogo de mesa de horror sem ume narradore parece contra intuitivo. Como pode o jogo gerar tensão e medo sem esse tipo de feedback? Não há nada para manter es jogadores em estado de alerta, e sem esse estado, o sentimento de controle do jogo seria constante, não?

Errado. Existe um motivo pelo qual Arkham Horror é um clássico dos jogos de tabuleiro, e não é só pela sua temática lovecraftiana. Continuar lendo Resenha: Arkham Horror